Automóveis Itaperuna Imóveis Itaperuna Shop Itaperuna Balcão Itaperuna Catálogo de Empresas
  ENQUETES :::            :::::          Ajude a mudar Itaperuna!          :::::          Participe!          :::::          Dê a sua opinião!          :::::         

Curiosidades Página Inicial

...

O lançamento dos trilhos da ferrovia

          Adquirida a fazenda de Pôrto Alegre pelo Comendador José Cardoso Moreira, por volta do ano de 1878, homem empreendedor rico e político de grande prestígio naquela época, conseguiu subvenção do govêrno para a construção de uma estrada de ferro, que, partindo da cidade de Campos atingisse os Municípios mineiros de Muriaé (São Paulo de Muriaé), e Carangola (Santa Luzia de Carangola).
Feita a locação, foi iniciada a construção dessa via férrea que recebeu o nome de Estrada de Ferro do Carangola - em virtude de a concessão estipular por ponto final aquela última cidade mineira. Atingindo a ponta dos trilhos a estação de Cachoeiro (hoje, Cardoso Moreira), por longo tempo aí estêve estacionada a construção, por motivo de interêsse pessoal, segundo versão corrente naquela época, o que muito prejudicou os interêsses da Estrada e da zona que ia servir.
          Alguns anos depois, em 1881, avançou de novo até Pôrto Alegre (hoje, Itaperuna), ficando aí paradas as suas obras por algum tempo, como ponto terminal, pelos mesmos motivos que ocorreram para o seu estacionamento em Cardoso Moreira, até que a Estrada de Ferro Leopoldina, que partira de Pôrto Novo do Cunha, avançava em direção de Carangola, ameaçou cortar o traçado da rêde da Estrada de Ferro Carangola, finalizada em Pôrto Alegre.
          Quando o Comendador Cardoso Moreira compreendeu o plano da E. F. Leopoldina, atacou de novo com tôda a energia a construção de sua Estrada para Muriaé, mas ao chegar a ponta dos trilhos a Patrocínio do Muriaé, já era tarde, pois aquela Estrada já havia cortado a frente e avançava violentamente para Carangola, onde chegou em primeiro lugar, seguindo, 20 anos depois, para Manhuaçú.
          Impedido, assim, de levar a linha fluminense para Muriaé, tentou, então, o Comendador Cardoso cortar a frente da Leopoldina em Porciúncula (Santo Antônio de Carangola), mandando avançar os serviços a todo o risco, mas ao chegar as suas turmas àquela localidade, a Leopoldina já havia preparado o leito de suas linhas, forçando, assim, a Estrada F. Carangola e abandonar os seus traçados no território mineiro, ficando fixado o ponto terminal de suas linhas em Patrocínio (antigamente, Pôço Fundo) e Porciúncula. Em 1888, a Estrada de Ferro Leopoldina Railway, então poderosa companhia inglêsa, encampou a Estrada de Ferro do Carangola.


© Copyright 2003-2016 - ItaperunaOnline.com.br ::: Todos os direitos reservados