Automóveis Itaperuna Imóveis Itaperuna Shop Itaperuna Balcão Itaperuna Catálogo de Empresas
  ENQUETES :::            :::::          Ajude a mudar Itaperuna!          :::::          Participe!          :::::          Dê a sua opinião!          :::::         

Academia de Letras Página Inicial

...

Ganhadores do Primeiro Concurso de Poesias da Academia Itaperunense de Letras
ACIL

Daí a ACIL esta promovendo seu primeiro Concurso de Poesias O Vôo da Garça, direcionados pêlos alunos das diversas escolas (estaduais, municipais, e particulares) do nosso município. Desejamos a celebração literário. Que nossos jovens sintam a força de sugestão que algumas coisas têm para transitar do mundo para o espírito do homem e nele provocar um estímulo que solicite resposta. Abaixo registramos os poemas classificados nesse concurso. Sem dúvida, belíssimos! Nossos cumprimentos aos jovens poetas.



CATEGORIA ENSINO FUNDAMENTAL
1º Lugar
Bruna Kris Benites - 7ª série
Centro Educacional Caminhar
Premiação: R$ 100,00 e troféu.

Bem-vindo
Bem vindo ao ano 2000s
Par quem não me conhece
Sou o Brasil
Trago esperança e confiança
Para esse mundo sem esperança
Bem-vindo ao futuro
Onde a tecnologia tem seu espaço
e toma conta do pedaço
Bem-vindo ao mundo
Que no fundo
Parece confuso,
Bem-vindo ao Brasil
Um país tentando ser feliz
Quero crescer sem medo
Quero fugir das drogas
Já é tarde, vamos embora
A virada do milênio está aí
Quero estudar
Quero crescer
Quero viver
Bem-vindo Adolescente
Já não sou mais criança
Só estou desejando esperança
Para esse novo milênio..
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _

2º Lugar
Paulo Vitor da Silva Ferreira
Escola Municipal José da Costa
Premiação: R$ 50,00

O Ano 2000
Analisando os acontecimentos
deste ano dois mil
vejo casos contraditórios

espalhados pelo Brasil.

Como tantas modificações
o Brasil de evoluiu
Mas com tantas transformações
a violência também surgiu...
De um lado é paz e amor...
de outro violência e dor...

Vejo famílias passando por inúmeras
dificuldades
sem ter às vezes o que comer
e outras na maior facilidade
desfrutam de bens, mordomias e saber...

A falta de segurança abala a humanidade
que se torna prisioneira de tanta maldade.
Encontrando na criminalidade
uma forma de se esconder...
e na violência um modo de sobreviver...

Vejo homens querendo se atualizar
enquanto na onda do famoso "zoar"
as drogas são sinônimos de alegria,
sexo e prazer coisa sem valor,
e não um complemento do amor.

Para fugir de tantos problemas,
vejo apenas uma solução,
promover paz, justiça e união.

Vamos juntos semear a paz
neste ano dois mil
e unidos mudar a história
do nosso Brasil.
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _

3º Lugar
Glads Pereira de Malta - 6ª série
Escola Santa Teresinha do Menino Jesus
Premiação: R$ 30,00 e troféu de Honra ao Mérito

Desejo
Brasil, nós queremos vencer você!
Não como um pais imaginário,
Mas com Muita perseverança
Onde as pessoas possam ter mais confiança.

Que milênio extraordinário, badalado!
Onde a tecnologia está crescendo,
Umas pessoas... alegres vivendo, aprendendo...
Outras... muitos inocentes, morrendo.

Não é isso que nós estudantes queremos!
Não queremos mais ver crianças nas ruas,
Adolescentes e jovens violentos,
Deficientes e idosos maltratados: coitados!

É tempo de aprender e vencer!
Todos juntos trabalhando,
Para o mundo mudar e a felicidade
Poder conquistar.

_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _

CATEGORIA ENSINO MÉDIO
1º Lugar
Léo Claussen Boechat de Castro
Colégio Santos Dumont - 3º ano
Premiação: R$ 100,00 e troféu

Utopismo
Um ano,
Futuro.
Insano,
no escuro

Num ano em que se vê tanta ironia,
a nossa história mostrada sem farsa.
A nossa esperança num vôo de garça,
até que concluamos a nossa mística utopia.

Petróleo,
na água.
Há óleo,
que mágoa.

Quinhentas derrotas, quinhentas vitórias,
impasses, contrastes dentro da nação.
Futuro e passado em contradição,
até que concluamos nossos anos de glórias.

Sinfonia,
de avareza.
Numa orgia,
de pobreza.

Do pó da terra ao céu anil,
podemos fugir desta pena de morte.
Se acreditarmos na força da sorte,
Até que concluamos nosso mundo Brasil.
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _

2º lugar
Érica Garcia - 1º ano
CIEP 467 - Henriet Amado
Premiação: R$ 50,00 e troféu

Brasil de Sonhador
Brasil, terra de tanto verde,
de tanto mar azul
localizada abaixo do Equador
em plena América do Sul.

Aqui tem ouro e muita riqueza
sonha-se com terra
para quem quer plantar
país de vasta beleza
em que se plantando, tudo dá.

Brasil, terra de sonhador
do operário,
do assalariado,
do lavrador.

Sonha-se com emprego. E mais...
Com uma justiça de paz.
É tanta chacina que embaixo do viaduto
o menino não está mais.

Brasil do índio, do negro, do branco
de uma mistura especial.
Brasil coberto por um manto
Brasil do carnaval.
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _

3º lugar
Adriana de Jesus Garcia
C. E. Romualdo Monteiro de Barros
Premiação: R$ 30,00 e troféu de Honra ao Mérito

Ano 2000
Queria assim: sem guerra nem dor
Com muita paz e amor
Queria assim: não ao Capitalismo selvagem
Sim ao Comunismo amigável.

Em pleno ano 2000
Ainda vivemos assim:
menos em total abandono.
Reina um egoísmo sem fim.

Brasil 500 anos
Chega de dor e amargura
Lutemos por um Brasil Melhor
Valente, forte, cheio de ternura.


© Copyright 2003-2016 - ItaperunaOnline.com.br ::: Todos os direitos reservados